Buscar

PEC que terceiriza Licenciamento Ambiental na mira no MP

Oposição pede ao Ministério Público para que investigue possíveis ilegalidades em projeto que autoriza contratação de temporários para licenciamento ambiental.|

Os deputados da bancada de oposição no Paraná encaminharam na última semana um pedido de providências ao procurador-geral de Justiça do Paraná, Gilberto Giacoia, solicitando ao Ministério Público (MP-PR) que apure possíveis ilegalidades no Projeto de Lei Complementar 7/2020, que autoriza o governo do Estado a contratar trabalhadores temporários para realizar o licenciamento ambiental.


De acordo com o Pedido de Providências, o PLC em trâmite na Assembleia Legislativa (Alep) desrespeita a Constituição Federal, fere regras ambientais e contraria o interesse público. A bancada alerta ainda que a medida do Poder Executivo desrespeita a Lei Complementar 173/2020, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, que impede a contratação de pessoal pelo poder público ressalvadas reposições de cargos chefia, direção e assessoramento que não acarretem em aumento de despesa.


O Deputado Requião Filho comentou em artigo publicado na última semana, os riscos da aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 7/2020. Clique aqui para conferir na íntegra!


O documento foi assinado pelos deputados Goura (PDT), Professor Lemos (PT), líder da oposição, Arilson Chiorato (PT), Luciana Rafagnin (PT), Requião Filho (MDB) e Tadeu Veneri (PT).





0 visualização

Praça Nossa Senhora de Salette, s/nº
Gabinete 101 - 1º Andar - Centro Cívico

Curitiba - Paraná

CEP: 80530-911

Siga Requião Filho nas Redes Sociais

  • Face do Requião Filho
  • Twitter do Requião Filho
  • YouTube do Requião Filho
  • Instagram do Requião Filho
  • Flickr do Requião Filho
  • SoundCloud  do Requião Filho