top of page
Buscar

Em discurso histórico, Requião Filho protesta contra a venda da Copel

Sessão de votação foi tumultuada e de posicionamentos firmes dos representantes da bancada de oposição.

Requião Filho | Foto: Orlando Kissner

Sob grande manifestação contra a venda parcial e a diminuição de controle do Estado na Companhia Paranaense de Energia - Copel, os deputados de oposição questionaram nas sessões plenárias desta semana, o projeto e as intenções do Governo em privatizar a estatal.


Requião Filho (PT) fez um dos discursos mais emblemáticos e firmes contra a proposta que, lamentavelmente, recebeu 35 votos favoráveis e 13 contrários no segundo turno das votações.


“Apenas três dias depois do projeto ser encaminhado a Assembleia, tivemos aqui uma votação atropelada, sem espaço para o debate com a população, onde vimos deputados mais preocupados com os cargos, promoções pessoais e promessas do Governo, do que com o futuro do Paraná”, comentou Requião Filho após a votação.
Manifesto foi grande contra venda da Copel | Foto: Orlando Kissner

No calor dos debates em plenário, o deputado chegou a ser ofendido por deputados da base, que xingaram de maneira equivocada seu pai, o ex-governador Requião, que sempre foi um grande defensor da Copel.

“O tempo vai dar a resposta a eles. O Paraná vai lembrar daqueles que não honraram suas cadeiras aqui nessa Assembleia. Esses mesmos que entraram na política apenas por vaidade, por interesses financeiros... Política se faz por amor, por solidariedade, para cuidar do povo, não cuidar de si. Quando um parlamentar topa trocar um voto por um cargo, ele corrompe a política. Vendam a Copel, e tornem-se insignificantes diante da história política do Paraná”, declarou.

Assista:


342 visualizações
bottom of page