Buscar

Acabou o Governo!

Sem propaganda, sem proselitismo, sem inauguração de obras de terceiros, acabou o Governo Ratinho Júnior

Por: Requião Filho

Paraná ainda tem esperança | Foto: Tikinho

A três meses das eleições, o atual governo fica proibido, pela lei eleitoral, de fazer o que sabe de melhor: propaganda.


Eita, Governador! E agora? Nos conte, o que você vai fazer com esses 90 dias de pleno vácuo administrativo? Nem poderá viajar o Estado inaugurando uma obrazinha das pedageiras, ou ponte financiada por Itaipu?


Realmente, seu tempo acabou. Sem propaganda no rádio e na televisão, sem as lindas manchetes que pintam uma outra realidade, o paranaense, aos poucos, vai abrindo seus olhos para o que existe de verdade; a triste realidade da sala de aula, a caótica situação das estradas paranaenses, a árdua jornada das nossas polícias… e é essa outra realidade que vai tirar os roedores do Palácio Iguaçu.


E o paranaense já está cansado de bancar sozinho uma crise que não é culpa dele! As contas altas de água e luz são reajustadas sempre no seu limite máximo para agradar acionistas, pessoas que sequer investem no Estado, embolsam nosso dinheiro e vão gastar em Dubai. Enquanto isso, vida que segue para o morador do Paraná, que luta para manter seu nome limpo, enquanto as reposições salariais dos trabalhadores continuam só em sonho. Aliás, um sonho que já existiu um dia, quando o Paraná teve um Governo de verdade, onde as tarifas de energia e saneamento eram congeladas, não havia tanto imposto, o ICMS era reduzido para milhares de produtos, havia o programa do Microcrédito e isso incentivava a geração de empregos e o crescimento da economia.


Era um tempo que não precisava de propaganda para mostrar a realidade. Isso o povo via na rua, todo dia, na hora que precisava de um hospital, de uma escola, ou de um serviço do Estado que sempre lhes dava a mão amiga, olhava com carinho para ajudar e pra crescer.


O endividamento da população de hoje é reflexo da má gestão de um Governo preocupado em agradar acionistas, que aumenta impostos e não incentiva a população.


Ficamos durante os últimos parados no tempo, somando retrocessos…. Mas essa era de escuridão está chegando ao seu fim, e já não era sem tempo.


* * *


Artigo publicado originalmente em blog do Esmael.

43 visualizações