Buscar

Requião Filho alerta para cortes inesperados nas contas de luz

Usuários inadimplentes estão sem apoio para superar a crise.|


No início da pandemia, a Assembleia Legislativa do Paraná aprovou um projeto que permitia aos usuários com tarifas em atraso, de água e energia elétrica, não tivessem os serviços cortados. Porém, a medida durou poucos meses e, desde agosto de 2020, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a reabertura das agências e a interrupção nos serviços, sem qualquer planejamento ou preocupação com a situação financeira da população.


No Paraná, em função da Lei Estadual 20.187/2020, as seguintes classes consumidoras não podem sofrer corte de energia: famílias com renda per capita mensal de até meio salário mínimo ou três salários mínimos totais (baixa renda); idosos acima de sessenta anos de idade; pessoas diagnosticadas com Covid-19 ou outras doenças graves ou infectocontagiosas; pessoas com deficiência; trabalhadores informais; comerciantes enquadrados pela Lei Federal como Micro e Pequenas Empresas ou Microempreendedor Individual.


Porém, o Deputado Requião Filho tem recebido relatos de moradores e pequenos empresários que, além de sofrerem as consequências da grave crise de saúde mundial, restrições de atendimento nos pequenos negócios, e sem perspectivas de vacinas para combater o vírus e retomar a economia, estão sofrendo os cortes de energia.


“A Copel está preocupada em garantir o lucro dos acionistas, sem se preocupar com a situação financeira das pessoas. Estão todos vivendo momentos de incertezas e muitos sem qualquer perspectiva de retomar suas atividades profissionais, sem apoio na hora que mais precisam. Chega a ser falta de humanidade cortar estes serviços da população num momento tão crítico como o que estamos vivendo”, afirmou.

No site da Copel, por exemplo, existe um link em que o cidadão pode consultar e se cadastrar para evitar os cortes de energia: https://www.copel.com/hpcweb/evite-o-corte-de-energia/


“Os demais podem ter a energia cortada, de segunda a quinta-feira, infelizmente. São os acionistas das nossas estatais demonstrando que não estão nada preocupados com o povo do Paraná, somente com o próprio bolso”.


Em vídeo nesta segunda-feira, Requião Filho falou sobre a situação das estatais no Paraná.

Assista:


482 visualizações

Posts recentes

Ver tudo