Buscar

Se Caráter Custa Caro Pago o Preço

Por: Requião Filho:


Hoje me valho dos dizeres de Sidónio Muralha para mais um desabafo. Quando somos bombardeados por críticas, seja por nossas ações, seja por nossas omissões, geralmente as acusações são por ser populista ou ainda te punem por não sê-lo.

A ninguém mais interessa os motivos que nos norteiam, os princípios que nos regem, só importa apontar o dedo.

Somos humanos, realmente falhamos, mas acredito que o que importa é seguir lutando por aquilo que acreditamos, é sempre ser coerente e, na esfera política, em especial, nunca, mas nunca, violar o pacto com seu eleitorado.

O agente político eleito empunha suas bandeiras em campanha e, se tem caráter, deve defendê-las durante seu mandato.


Assim com o Requião já disse uma vez, afirmo e reafirmo, que venham as críticas, que venham as ofensas, mas se caráter custa caro, eu também pago o preço.



Parar. Parar não paro.

Esquecer. Esquecer não esqueço.

Se caráter custa caro

pago o preço.

Pago embora seja raro.

Mas homem não tem avesso

e o peso da pedra eu comparo

à força do arremesso.

Um rio, só se for claro.

Correr sim, mas sem tropeço.

Mas se tropeçar não paro

não paro nem mereço.

E que ninguém me dê amparo

nem me pergunte se padeço.

Não sou nem serei avaro

se caráter custa caro

pago o preço.

(Sidónio Muralha)

246 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Devolva-me