Buscar

Requião Filho pede ao TCU e MPF que analisem situação dos pedágios no PR

Encaminhamento foi feito nesta segunda-feira (22), solicitando atenção às obras que já foram pagas e serão repetidas nos novos contratos.


O debate sobre as novas concessões de pedágio no Paraná tem levantado evidências que preocupam as autoridades. Os deputados estaduais, semanalmente, têm realizado audiências públicas para tratar do tema com os paranaenses. E quanto mais se analisam os detalhes sobre o novo modelo de pedágio proposto pelo Governo Federal, com o aval do Governo Estadual, mais se descobrem armadilhas que podem encarecer as tarifas, tão logo os novos contratos sejam assinados.


Preocupado com esta situação, o Deputado Estadual Requião Filho protocolou nesta segunda-feira (22), dois pedidos de providências ao Tribunal de Contas da União e Ministério Público Federal, para que os Ministros do TCU e Procuradores do MPF se atentem às falhas presentes nos novos contratos.


“Vivemos um regime falho e caro, com fraudes deflagradas pelo Ministério Público Federal que resultaram em acordos milionários de leniência. Não podemos arriscar que isso aconteça novamente. E pelo que temos visto, há indícios de que pagaremos novamente pelas mesmas obras”, alertou.

Requião Filho observa que, parte destas rodovias, estão novamente incluídas no rol de concessões.


Assista:

“O usuário pagará, mais uma vez, por obras que há muito tempo já deveriam estar concluídas. Serão mais 30 anos pagando caro por algo que já está quitado, mas que não foi entregue. Uma situação inaceitável”.
21 visualizações

Posts recentes

Ver tudo