top of page
Buscar

Requião Filho: Paraná vai ter o pedágio mais caro do Brasil, mais uma vez

“O pedágio é ruim para o Paraná, e o modelo escolhido é pior. Nós avisamos, não é de agora. E a culpa é do governo estadual e do governo federal”, destacou o parlamentar.

Foto: Orlando Kissner / ALEP

O deputado Requião Filho (PT), líder da Oposição na Assembleia Legislativa (Alep), repercutiu hoje (2) o resultado do leilão do Lote 2 do novo pedágio, realizado na última sexta-feira, quando somente uma empresa disputou o pacote de mais de 604 quilômetros de rodovias com proposta de desconto de apenas 0,08%.


Segundo Requião Filho, o fracasso do leilão e o valor insignificante do desconto confirmam que o Paraná vai ter, mais uma vez, o pedágio mais caro do Brasil, culpa que deve ser compartilhada entre governo do Estado e governo federal.


“O pedágio será o pedágio mais caro da história mais uma vez. Com o apoio do Ratinho Jr. e com o apoio do Lula. O pedágio é ruim? É. Tem garantia de obra? Não. Teve concorrência? Não. Foi um vexame? Foi. De quem é a culpa? Dos dois”.

De acordo com o deputado, a “estimativa é de um aumento imediato no custo de frete de mais de 10%, o que vai ser mais inflação, produtos mais caros, vai ser ruim para o agro”.


“Temos um leilão que não aconteceu. Um leilão tem que ter lance, concorrência. Não teve leilão. O desconto? Zero virgula zero. Não teve desconto! O modelo do pedágio foi defendido pelo governador Ratinho Jr, porém esse maldito modelo foi abraçado pelo Lula, que gravou até vídeo. A culpa está rachada entre o governo estadual e governo federal. Assumam a culpa desta porcaria que fizeram e nosso trabalho é desatar estes nós”.


O parlamentar lembrou que a Oposição votou contra a concessão das rodovias do Estado à União e sempre se posicionou contra o novo modelo.


Assista na íntegra:

“Nós avisamos. Verdade seja dita, e alguns deputados da própria base, avisaram. Nós dissemos que não teria concorrência, transparência, garantia de obras e descontos. E assim tem sido. A tarifa já está mais cara do que deveria ser. Avisamos a ANTT, governo federal, governo do Estado, o Tribunal de Contas da União, ao Tribunal de Contas do Estado, imprensa. Contra fatos não há argumentos. O que devemos fazer agora é tentar resolver o pedágio”.

Ele ressaltou desde o início das discussões foi frontalmente contra o novo pedágio. “Eu me posicionei contra o pedágio desde o início. "Votei contra a concessão das rodovias. Eu sempre disse que a solução não era essa e mantenho a coerência entre o discurso e a prática. O pedágio é ruim para o Paraná, e o modelo escolhido é pior. Nós avisamos, não é de agora. A culpa é do governo estadual e do governo federal.”.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page