top of page
Buscar

Requião Filho cobra explicações sobre fechamento de leitos de UTI em Laranjeiras do Sul

“Se nada for feito, UTI fecha as portas no dia 28”, diz direção do Instituto São José.


A Câmara Municipal de Laranjeiras do Sul recebeu esta semana um alerta do diretor do Hospital Instituto São José, Alfredo Nogueira, que anunciou o fechamento dos leitos de UTI na cidade no dia 28 de fevereiro. A notícia chegou até o gabinete do Deputado Requião Filho (MDB), na Assembleia Legislativa do Paraná, que, prontamente, protocolou um pedido de informações à Secretaria de Estado da Saúde cobrando providências sobre a disponibilização de recursos para a manutenção dos atendimentos na instituição.


De acordo com Dr. Alfredo, os custos por leito representam, por dia, uma média de R$ 2 mil reais, enquanto o Ministério SUS repassa R$ 600. O apelo da direção é, portanto, para garantir a verba remanescente de R$ 1.600 reais.


“Caso nada seja feito, os pacientes serão encaminhados para Guarapuava, Pato Branco ou Cascavel, representando até 140 km, isso na dependência de existir uma vaga. E, para quem é parente daquele que necessita de UTI, esses quilômetros são custosos, sem contar que já perdemos muitos doentes no caminho”, explicou o médico.


Para Requião Filho, as demandas da população não podem ser esquecidas e precisam se priorizadas, em todos os municípios.

“Nosso dever é fiscalizar a gestão pública e cobrar a destinação correta dos recursos do Estado. Não podemos deixar que sejam fechados esses leitos, pois representaria um grande transtorno, com prejuízos possivelmente irreparáveis à vida dos pacientes que necessitam de atendimento médico intensivo naquela região”.



28 visualizações

Hozzászólások


bottom of page