Buscar

Deputados debatem pedágio em Londrina e Cornélio Procópio esta semana

Para Requião Filho, proposta é inaceitável e esconde aumento de tarifas progressivas nos anos seguintes a assinatura dos contratos.

Audiências Públicas regionais debatem novo modelo de pedágio: Foto: Dalie Felberg / ALEP

Deputados que compõem a Frente Parlamentar que debate o novo modelo de Pedágio no Paraná, estarão esta semana em Londrina e Cornélio Procópio para mais uma rodada de audiências públicas. Para evitar aglomerações, os encontros estão sendo transmitidos ao vivo pelas redes sociais da Assembleia Legislativa.


Na região do norte paranaense, atualmente são três as praças de pedágio exploradas pela Triunfo Econorte, que cobram as maiores tarifas do Estado e provocam prejuízos incalculáveis à indústria, sobretudo ao agronegócio. Em Jataizinho, o valor da tarifa é de R$ 26,40. Em Jacarezinho, onde há duas praças consideradas irregulares, o valor cobrado é de R$ 24,40. Já em Sertaneja, o custo para trafegar pela rodovia é de R$ 22,70.

“Temos o pedágio mais caro do Brasil e não podemos correr o risco de novas ou as mesmas empresas assumirem os novos contratos e ficarmos mais 30 anos pagando um valor insustentável para os motoristas que transitam pelo nosso Estado. A sociedade precisa participar e fazer valer a sua voz”, destacou Requião Filho.

O Ministério da Infraestrutura planeja conceder 3.327 quilômetros de rodovias estaduais e federais divididos em seis lotes com 42 praças de pedágio, 15 praças a mais do que atualmente. No projeto proposto pelos Governos Federal e Estadual há diversos pontos que têm provocado manifestações contrárias, como a autorização para reajustes de até 40% na tarifa do pedágio, após a conclusão de trechos duplicados.

”São obras que nós já pagamos e não foram realizadas nos últimos 24 anos! A sociedade precisa prestar atenção sobre o que está sendo apresentado. O que parece ser um pedágio mais barato hoje, em poucos anos, estará muito mais caro e sem condições de contestação”.

Em Londrina, a audiência acontece quinta-feira (11) às 9 horas, no auditório da Sociedade Rural do Paraná, no Parque de Exposições Governador Ney Braga. Já em Cornélio Procópio, o debate será sexta-feira (12), às 8h30 no anfiteatro do Centro Cultural. Requião Filho cumpre agenda no Norte Pioneiro e estará presente nesta audiência de sexta-feira.

As próximas cidades a receber as audiências são: Guarapuava (18/2), Francisco Beltrão (19/2), Maringá (25/2), Apucarana (26/2), Curitiba (4/3) e Ponta Grossa (5/3).

ASSISTA TAMBÉM

Analisando o projeto, neste vídeo o Deputado Requião Filho alerta para o baixo investimento que as concessionárias de pedágio farão, no novo modelo de contrato proposto para as rodovias do Paraná, a partir de 2022.


Confira:


OUÇA TAMBÉM

Requião Filho alerta população do Norte Pioneiro para falsas promessas escondidas em novo projeto de pedágio, proposto pelos Governos Federal e Estadual. Ouça a entrevista concedida ao Gildo Alves, da 104FM de Cornélio Procópio:


64 visualizações

Posts recentes

Ver tudo