Buscar

Demissões na Renault - Requião Filho pede que Lei seja cumprida

Deputados paranaenses fizeram Audiência Pública, na manhã desta sexta-feira (31).

Sessão remota (Foto: Dalie Felberg/ALEP)

Desde o anúncio de que 747 funcionários seriam demitidos da montadora Renault, na unidade de São José dos Pinhais, na semana passada, o Deputado Estadual Requião Filho (MDB) tem cobrado um posicionamento público do Governador Ratinho Jr. sobre o assunto. O Chefe do Executivo, quando deputado, foi autor da lei 15.426/2007 que proíbe empresas que recebem incentivos fiscais do Estado, de fazerem demissões em massa.


Na manhã desta sexta-feira (31), a Assembleia Legislativa realizou uma Audiência Pública para tratar do tema. Requião Filho foi enfático:


"Nós temos uma Lei e ela deve ser cumprida. Eles estão demitindo, estão se aproveitando deste momento e tratando os trabalhadores sem o devido respeito. Que se faça valer a Lei. Se a Renault quiser manter as demissões que revogue-se todas as linhas de crédito e benefícios recebidos pelo Estado. A hora do diálogo já passou".

Assista:


Na última segunda-feira, juntamente com os deputados da bancada de oposição, Requião Filho assinou um Requerimento de Envio de Expediente para que o Governador acompanhe as negociações entre o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) e a montadora Renault, com o objetivo de reverter as demissões anunciadas.

"Ratinho quando era apenas um parlamentar, defendia os empregos com unhas e dentes... agora que se tornou Governador, o discurso mudou. Era só demagogia... Continuou dando incentivos fiscais a empresas que em nada estão comprometidas com os empregos de nosso Estado", destacou Requião Filho.
0 visualização

Praça Nossa Senhora de Salette, s/nº
Gabinete 101 - 1º Andar - Centro Cívico

Curitiba - Paraná

CEP: 80530-911

Siga Requião Filho nas Redes Sociais

  • Face do Requião Filho
  • Twitter do Requião Filho
  • YouTube do Requião Filho
  • Instagram do Requião Filho
  • Flickr do Requião Filho
  • SoundCloud  do Requião Filho