Buscar

Projeto que congela carreira de servidores no Paraná continua suspenso na CCJ e assombra negociações


Requião Filho

A proposta de reforma administrativa nº 04/2019, do Governo do Estado, chegou em abril à Assembleia Legislativa do Paraná. Houve debate em plenário e audiência pública para tratar do assunto, mas desde então está parado na CCJ. O tema voltou às discussões essa semana ‘informalmente’, uma vez que os servidores batalham pelo pagamento da data-base atrasada há pelo menos quatro anos e estão em negociação com o Executivo.

Na avaliação do Deputado Estadual Requião Filho, o projeto viola a independência entre os poderes, em especial as autonomias administrativas e financeiras.

“Ratinho Jr está seguindo a mesma cartilha de seu antecessor. Muda algumas palavras, mas continua defendendo o congelamento não só dos salários, ao negar o reajuste anual, mas também das carreiras. Bem diferente das promessas de campanha! São professores, policiais, bombeiros e uma série de categorias que terão seus proventos, suas progressões e promoções limitadas à disposição financeira do Estado, que poderá gastar à vontade com propaganda e outros destinos questionáveis. O impacto disso em curto prazo é muito grande e desprestigia o funcionalismo público paranaense. É a pá de cal nas carreiras públicas do Estado, é o fim do servidor do Paraná”.

#ccj #servidores #Reformaadministrativa #PLComplementar42019 #database

7 visualizações