Buscar

Pedágio é novamente tema de debates na Assembleia


O assunto "pedágio" voltou a tomar conta dos discursos no plenário nesta segunda-feira (26), na Assembleia Legislativa do Paraná. Há uma semana do reajuste obrigatório das tarifas, o Ministério Público Federal anunciou que quer replicar as mudanças impostas a Econorte, às demais concessionárias que atuam no Estado. As medidas vieram em conjunto com uma ação da Operação Lava Jato que pediu a abertura das cancelas em Jacarezinho e a redução no valor das tarifas, na última semana.

O Deputado Estadual Requião Filho (MDB) relembrou as ações judiciais impostas, ao longo da história, contra o pedágio. Ele acredita que agora, com os desdobramentos da Operação Lava Jato, o MPF finalmente poderá ter êxito. Mas criticou a atuação da AGEPAR - Agência Reguladora do Paraná.

"Este último governo desistiu de todas as ações que o ex-governador Requião havia movido contra o pedágio e, juntamente com a Assembleia, criou a AGEPAR, com a intenção de fiscalizar as concessionárias. O que não aconteceu e esta concedeu todos os aumentos sem questionar, nesses últimos oito anos. Agora, depois da Lava Jato, a gente consegue entender o porquê disso tudo", comentou em entrevista.

Assista completo:

#pedágio

4 visualizações

Praça Nossa Senhora de Salette, s/nº
Gabinete 101 - 1º Andar - Centro Cívico

Curitiba - Paraná

CEP: 80530-911

Siga Requião Filho nas Redes Sociais

  • Face do Requião Filho
  • Twitter do Requião Filho
  • YouTube do Requião Filho
  • Instagram do Requião Filho
  • Flickr do Requião Filho
  • SoundCloud  do Requião Filho