Buscar

Requião Filho fala sobre denúncias envolvendo o transporte coletivo na Região Metropolitana de Curit


Requião Filho trouxe à Assembleia Legislativa, na tarde desta terça-feira, uma reportagem publicada pelo Blog do jornalista Cícero Cattani, a respeito das investigações da Operação Riquixá, deflagrada pelo Gaeco no ano passado e que apura fraude em licitações no transporte coletivo em diversas cidades do Paraná.

O discurso não foi bem aceito pelos deputados da base, causando pânico e grosserias no plenário.

Segundo as informações apresentadas na matéria mencionada por Requião Filho, as denúncias, que estão na Procuradoria Geral da República, envolvem nomes conhecidos. Além dos diretores da Urbs, são mencionados nas delações do advogado Sacha Reck, o atual governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba Beto Richa, o desembargador Ramon Nogueira (na época advogado eleitoral de Richa), o conselheiro do Tribunal de Contas, ex-procurador Geral da Prefeitura e ex-coordenador jurídico das campanhas do governador Ivan Bonilha, e Deonilson Roldo, atual chefe de Gabinete e influente desde os tempos da prefeitura.

"Roldo aparece, inclusive, participando de encontro decisivo de empresários do setor, no apartamento do deputado federal Osmar Bertoldi, também dono de empresa de ônibus", menciona a matéria.

Segundo as investigações, o grupo criminoso utiliza “laranjas” desde 2009, por meio de formações societárias complexas integradas à ação de agentes públicos para a prática dos crimes.

Um relatório do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) aponta que foram encontrados indícios de formação de cartel na licitação do transporte coletivo, assinada por Richa no final de mandato. Segundo o documento, uma auditoria feita no sistema de transporte, concluiu que apenas uma família – Gulin – detém 70% de todas as ações do serviço na região.

"Só esta matéria publicada hoje no Blog do Cícero Cattani já seria o suficiente para um promotor estar convicto de que houve fraude nas licitações no transporte coletivo da capital e em diversos outros municípios do Paraná. Há de se abrir a caixa-preta desse sistema escabroso e que envolve grandes nomes conhecidos dos paranaenses. É muita coincidência! Onde há fumaça às vezes há fogo", comentou o deputado Requião Filho.

Assista no vídeo acima.

#transportecoletivo #denúncias #betoricha

0 visualização

Praça Nossa Senhora de Salette, s/nº
Gabinete 101 - 1º Andar - Centro Cívico

Curitiba - Paraná

CEP: 80530-911

Siga Requião Filho nas Redes Sociais

  • Face do Requião Filho
  • Twitter do Requião Filho
  • YouTube do Requião Filho
  • Instagram do Requião Filho
  • Flickr do Requião Filho
  • SoundCloud  do Requião Filho