Buscar

Condenação confirma que Richa foi o responsável pelo "29 de abril"


Em discurso nesta terça-feira (2) na Assembleia Legislativa, o deputado Requião Filho (PMDB) afirmou que a condenação do Governo do Estado a pagar indenização a um professor agredido por policiais militares, no dia 29 de abril de 2015, confirma que o responsável pelo massacre contra os professores foi o governador Beto Richa (PSDB).

“Na sentença, a juíza coloca que julga totalmente precedente o pedido do professor. Ela reconhece que o governo e o governador foram os responsáveis pelo massacre, que os trabalhadores foram reprimidos com força desproporcional e que houve uso arbitrário da violência. Temos um governador condenado judicialmente e responsabilizado pelo massacre do dia 29”, disse Requião Filho.

A decisão foi proferida pela juíza Letícia de Paula Eduardo Bonatto, do 15º Juizado Especial da Fazenda Pública de Curitiba. Ela determinou o pagamento de R$ 4 mil de indenização por danos morais ao professor Arnaldo dos Santos, que precisou ser atendido no Hospital Universitário Cajuru e ficou afastado das atividades profissionais por cinco dias por conta das agressões sofridas.

O líder da oposição criticou os argumentos utilizados pela defesa do governador no processo. “Em sua defesa, o Estado afirma que avisou que o uso da força policial era possível e que os professores que estavam na praça poderiam apanhar. O Estado usa como argumento a história absurda de que ‘a culpa do estupro é da vítima’. São argumentos fracos, pífios, vergonhosos! A verdade é que o governo Richa não reconhece o direito da livre manifestação dos servidores na defesa de seus direitos. É um governo autoritário e violento”, decretou.

#29deabril

2 visualizações

Praça Nossa Senhora de Salette, s/nº
Gabinete 101 - 1º Andar - Centro Cívico

Curitiba - Paraná

CEP: 80530-911

Siga Requião Filho nas Redes Sociais

  • TikTok
  • Face do Requião Filho
  • Twitter do Requião Filho
  • YouTube do Requião Filho
  • Instagram do Requião Filho
  • Flickr do Requião Filho
  • SoundCloud  do Requião Filho