Buscar

"Até o Secretário da Fazenda admite que Beto Richa quebrou o Paraná"


A situação financeira do Estado do Paraná foi o tema do discurso do deputado estadual Requião Filho (PMDB) na tarde desta segunda-feira. Ele mencionou a indignação do empresariado paranaense com a quantidade e os altos de impostos pagos ao governo estadual, sem obter o mesmo retorno de investimentos do poder público.

Requião Filho abriu o discurso referindo-se à Audiência Pública realizada na manhã de hoje, na Assembleia Legislativa, organizada pelo Deputado Márcio Pauliki - presidente da Comissão de Indústria e Comércio, em conjunto com o deputado federal João Arruda, que reuniu a classe empresarial para debater os impostos sobre os produtos importados vendidos no Paraná e a falta de investimentos reais para beneficiar empresários e consumidores.

"Precisamos discutir números reais", cobrou o deputado. "1% não investido em saúde representa 100 milhões a menos para aplicar em saúde no Paraná. Pode ser a diferença de dois hospitais regionais construídos e equipados", comparou.

"O Secretário Mauro Ricardo, em entrevista à Rádio T e à jornalista Mareli Martins, neste sábado, deixou escapar que o Paraná já estava quebrado no final do primeiro mandato do governador Beto Richa. Disse ele que o governador talvez não soubesse que o Estado estava quebrado porque os assessores tinham medo de lhe contar a verdade".

#paraná #calote

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo