Buscar

Retorno da Nota Paraná gera frustração entre consumidores


Artigo

Desde que foi lançada no início do segundo semestre, a Nota Fiscal Paranaense gerou inúmeras dúvidas e o programa criou uma falsa expectativa entre os consumidores. O reembolso de valores é mínimo e são poucos os produtos e serviços que garantem esta devolução ao consumidor.

Por exemplo, aqueles produtos que se enquadram no regime de substituição tributária (imposto pago na origem) não geram créditos de ICMS. É o caso da denominada linha branca, além de cervejas, água mineral, refrigerantes, combustíveis etc. A maioria dos produtos de um supermercado não gera créditos.

Ainda assim, quando o cidadão tem saldo de créditos, não será possível retirá-los de imediato. O consumidor precisará acumular no mínimo 25 reais para fazer o primeiro saque, por meio de depósito em conta bancária. Considerando que o valor devolvido não corresponde a 30% do imposto, como anunciado inicialmente, mas a 7,5%, o que soma ao final são poucos centavos por mês. Mais uma pegadinha que não estava divulgada na bela e cara campanha de lançamento do programa, custeada com dinheiro do cidadão paranaense.

Resta ao consumidor esperar para ser sorteado pelo "sistema", que promete "premiar" 250 sortudos todo mês com créditos de incríveis dez reais. Ou ainda, talvez valha a pena esperar até 2017 para ter algum desconto no pagamento de tributos, como o IPVA, por exemplo que, até lá, seguindo a linha do "melhor está por vir", já terá ultrapassado e muito os eventuais créditos acumulados.

É o governo das ilusões, das propagandas enganosas, das promessas não cumpridas, dos escândalos, dos aumentos sucessivos nas contas de água e de luz, dos tributos elevados e do retorno para a população quase nulo. É o lobo em pele de cordeiro, tentando ludibriar o tempo todo seu rebanho, para abocanhar um belo jantar e uma hospedagem em Paris, entre outros privilégios mais. Um governo que está deixando aos próximos governantes uma dívida impagável, como fez com a prefeitura de Curitiba, atolada em dívidas, licitações mal feitas, problemas em contratos e poucas soluções.

O que falta a alguns administradores é o comprometimento com a causa pública. O povo não é bobo e está cansado destas atitudes que elevam aos políticos um patamar de descrédito e corrupção generalizada. Mas não é bem assim. A política precisa de gente que acredita e está disposta a trabalhar por um futuro melhor para todos.... Sem propagandas bonitas, surreais, mentirosas, fraudulentos ou recheadas de segundas intenções, como aconteceu com a Nota Fiscal Paranaense. O governo subiu o imposto dos produtos, encareceu a vida de todo mundo e depois ainda posou de bom moço, no outdoor da esquina, por ter dado um "descontinho" à população. Poderia se chamar Black Fraude, afinal, infelizmente, qualquer semelhança não seria mera coincidência.

#consumidor

2 visualizações

Praça Nossa Senhora de Salette, s/nº
Gabinete 101 - 1º Andar - Centro Cívico

Curitiba - Paraná

CEP: 80530-911

Siga Requião Filho nas Redes Sociais

  • TikTok
  • Face do Requião Filho
  • Twitter do Requião Filho
  • YouTube do Requião Filho
  • Instagram do Requião Filho
  • Flickr do Requião Filho
  • SoundCloud  do Requião Filho